O documentário Living Without Money retrata a vida de Heidemarie Schwermer, 68 anos, uma alemã que fez a escolha deliberada de parar de usar dinheiro há 14 anos. Ela cancelou seu apartamento, deu todos os seus pertences e manteve nada além de uma mala cheia de roupas. Esta foi uma decisão que mudou drasticamente toda a perspectiva de sua vida.Hoje, depois de 14 anos, ela ainda vive quase sem dinheiro e afirma que está se sentindo mais livre e independente do que nunca. O filme acompanha Heidemarie no seu dia a dia e mostra os desafios que ela encontra ao viver um estilo de vida alternativo.Heidemarie está constantemente em movimento, conhecendo novas pessoas, ficando com velhos e novos amigos por algumas noites. Ela nunca se preocupa com o futuro, nem se preocupa com onde dormirá na próxima semana ou onde encontrará sua próxima refeição. Ela sabe por experiência que as coisas sempre dão certo para ela, desde que esteja aberta para tudo que acontece. Ela viaja por toda a Alemanha, muitas vezes também está na Áustria, Suíça e Itália, dando palestras sobre sua experiência e tentando passar a mensagem de que um estilo de vida mais fácil é possível.O que começou como troca de favores em vez de dinheiro agora se tornou um estilo de vida. Ela está sempre tentando ajudar os outros a encontrarem um caminho para uma vida mais simples e harmoniosa. Ela aproveita a vida no momento em que está vivendo, em vez de se preocupar com o futuro.No filme, acompanhamos Heidemarie em seu dia-a-dia e vivenciamos como ela busca comida, transporte e um lugar para ficar. Além de mostrar os desafios diários que ela enfrenta por viver sem dinheiro, podemos ouvir mais sobre a filosofia de vida de Heidemarie e por que ela escolheu viver dessa forma. Vemos que não é apenas fácil para ela viver sem dinheiro em uma sociedade onde tudo é baseado no dinheiro e o valor de uma pessoa é medido pelo quão rica ela é. Pessoas que Heidemarie encontra pelo caminho geralmente têm opiniões firmes sobre seu estilo de vida. Alguns a chamam de “parasita” e afirmam que ela está vivendo de outras pessoas, enquanto alguns a veem como uma “fonte visionária de inspiração”. Por meio de sua história, podemos considerar a influência do dinheiro em nossa maneira de pensar, viver e agir e o impacto que isso tem em nossas próprias vidas, saúde e meio ambiente. Este filme explora essas ideias e reflete sobre temas de materialismo e consumo excessivo. - Independentes - 78

Vivendo Sem Dinheiro (Living Without Money) - 2010

Vivendo Sem Dinheiro (Living Without Money) - 2010

5 meses
Quer assistir novamente depois?
Registre-se para adicionar este vídeo em uma playlist. Login
0 0
Categoria:
Descrição:

O documentário Living Without Money retrata a vida de Heidemarie Schwermer, 68 anos, uma alemã que fez a escolha deliberada de parar de usar dinheiro há 14 anos. Ela cancelou seu apartamento, deu todos os seus pertences e manteve nada além de uma mala cheia de roupas. Esta foi uma decisão que mudou drasticamente toda a perspectiva de sua vida.

Hoje, depois de 14 anos, ela ainda vive quase sem dinheiro e afirma que está se sentindo mais livre e independente do que nunca. O filme acompanha Heidemarie no seu dia a dia e mostra os desafios que ela encontra ao viver um estilo de vida alternativo.

Heidemarie está constantemente em movimento, conhecendo novas pessoas, ficando com velhos e novos amigos por algumas noites. Ela nunca se preocupa com o futuro, nem se preocupa com onde dormirá na próxima semana ou onde encontrará sua próxima refeição. Ela sabe por experiência que as coisas sempre dão certo para ela, desde que esteja aberta para tudo que acontece. Ela viaja por toda a Alemanha, muitas vezes também está na Áustria, Suíça e Itália, dando palestras sobre sua experiência e tentando passar a mensagem de que um estilo de vida mais fácil é possível.

O que começou como troca de favores em vez de dinheiro agora se tornou um estilo de vida. Ela está sempre tentando ajudar os outros a encontrarem um caminho para uma vida mais simples e harmoniosa. Ela aproveita a vida no momento em que está vivendo, em vez de se preocupar com o futuro.

No filme, acompanhamos Heidemarie em seu dia-a-dia e vivenciamos como ela busca comida, transporte e um lugar para ficar. Além de mostrar os desafios diários que ela enfrenta por viver sem dinheiro, podemos ouvir mais sobre a filosofia de vida de Heidemarie e por que ela escolheu viver dessa forma. Vemos que não é apenas fácil para ela viver sem dinheiro em uma sociedade onde tudo é baseado no dinheiro e o valor de uma pessoa é medido pelo quão rica ela é. Pessoas que Heidemarie encontra pelo caminho geralmente têm opiniões firmes sobre seu estilo de vida. Alguns a chamam de “parasita” e afirmam que ela está vivendo de outras pessoas, enquanto alguns a veem como uma “fonte visionária de inspiração”. Por meio de sua história, podemos considerar a influência do dinheiro em nossa maneira de pensar, viver e agir e o impacto que isso tem em nossas próprias vidas, saúde e meio ambiente. Este filme explora essas ideias e reflete sobre temas de materialismo e consumo excessivo.

A seguir Auto-reprodução